Tag Archives: Carnaval

Viajando pelo Brasil com o samba

9 fev

Viaje pelo Brasil por meio de alguns enredos das Escolas de Samba do Rio de Janeiro

Unidos da Tijuca – 2013

O carnavalesco da Unidos da Tijuca, Paulo Barros vai apresentar o enredo “Desceu num raio, é trovoada! O deus Thor pede passagem pra contar nessa viagem a Alemanha encantada”. “A gente vai falar da Alemanha, arte, cinema, literatura, universo infantil”.

Beija-flor – 2013

Contar a história da raça de cavalos brasileira mais famosa do mundo, o Mangalarga Marchador, e a relação milenar entre o homem e o animal são os objetivos da Beija Flor de Nilópolis. O enredo Amigo Fiel, do cavalo do amanhecer ao Mangalarga Marchador é aposta da azul e branco para vencer o campeonato deste ano.

Portela

“Madureira… onde o meu coração se deixou levar”

Mangueira

Cuiabá: um paraíso no centro da América

União da Ilha

Centenário de Vinícius de Moraes será o enredo da União da Ilha 2013

Imperatriz Leopoldinense

‘Pará, o Muiraquitã do Brasil’ é o enredo da Imperatriz Leopoldinense para o Carnaval de 2013.

Acadêmicos do Grande Rio

Eu amo o Rio e vou á luta

Vila Isabel

A Vila canta o Brasil celeiro do mundo – “Água no feijão, que chegou mais um…”

Anúncios

Carnaval no Rio de Janeiro

9 fev

Cerimônia marca abertura oficial da festa na ‘Cidade Maravilhosa’.
Até Quarta-Feira de Cinzas, Rei Momo está no comando da capital.

paes

Começou oficialmente o carnaval no Rio. O prefeito Eduardo Paes entregou, por volta das 12h da sexta-feira (8), a chave da cidade para a Corte Real – Rei Momo, rainha e as princesas. A cerimônia foi realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo, na Zona Sul. Simbolicamente, até Quarta-Feira de Cinzas (13), o Rei Momo está no comando da ‘Cidade Maravilhosa’.

Leia mais

A história do Carnaval

9 fev

carnaval

O carnaval é uma festa que se originou na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Posteriormente, os gregos e romanos inseriram bebidas e práticas sexuais na festa, tornando-a intolerável aos olhos da Igreja. Com o passar do tempo, o carnaval passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica, o que ocorreu de fato em 590 d.C. Até então, o carnaval era uma festa condenada pela Igreja por suas realizações em canto e dança, que aos olhos cristãos eram atos pecaminosos.
A partir da adoção do carnaval por parte da Igreja, a festa passou a ser comemorada através de cultos oficiais, o que bania os “atos pecaminosos”. Tal modificação foi fortemente espantosa aos olhos do povo, já que fugia das reais origens da festa, como o festejo pela alegria e pelas conquistas.

 

Em 1545, durante o Concílio de Trento, o carnaval voltou a ser uma festa popular. Em aproximadamente 1723, o carnaval chegou ao Brasil sob influência europeia. Ocorria através de desfiles de pessoas fantasiadas e mascaradas. Somente no século XIX que os blocos carnavalescos surgiram com carros decorados e pessoas fantasiadas de forma semelhante à de hoje.

 

A festa foi grandemente adotada pela população brasileira, o que tornou o carnaval uma das maiores comemorações do país. As famosas marchinhas carnavalescas foram acrescentadas, assim a festa cresceu em quantidade de participantes e em qualidade.

Fonte: ( http://www.brasilescola.com/carnaval/historia-do-carnaval.htm)